top of page
  • Clara Raposo

Poema de Ano Novo

Detesto o corte 

Do tempo; 

Os números 

Explosivos no ecrã; 

Os risos que se cravam. 


E os gritos; 

Os gritos que calam 

O meu desespero. 


Num silêncio 

Solto um gemido ruidoso. 

Mais um ano em cirurgia rebenta 

Da árvore, 

Daquele que a sua própria prole devora. 


E as flores 

Do jardim de Pandora 

Murcham 

Na ânfora do meu coração. 

«Talvez este ano…» 

Mas não saem as palavras; só o sopro 

Que deixa em repouso 

O meu gélido corpo. 


Edição: Mariana Faísca


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Nosso Último Beijo

Aviso: referência a suicídio e automutilação Nota: ler ao som de Ceilings, de Lizzy McAlpine. Ali, com a Eva, o Chris sentia-se em paz. Já há duas horas que estavam sentados naquele velho banco de mad

Our Last Kiss

TW: self arm, suicide Note: read while listening to “ceilings” by Lizzy McAlpine Chris felt at peace, there with Eva. They had been sitting on that old wooden bench for the past two hours. Eva had jus

pedir permissão

estava a andar na rua e senti o cheiro do teu perfume. e foi aí que a minha mente mergulhou naquele dia em que estávamos deitados num jardim a trocar beijinhos e caretas enquanto um céu de mil cores s

Comments


bottom of page