top of page
  • Xavier Cardoso

pedir permissão

estava a andar na rua

e senti o cheiro do teu perfume.

e foi aí que a minha mente mergulhou

naquele dia em que estávamos deitados num jardim

a trocar beijinhos e caretas enquanto um céu de mil cores se abatia sobre nós.


pus os meus lábios no teu pescoço

e subi lentamente

para me encontrar com os teus lábios.


e foi aí que tive de pedir permissão

ao meu débil coração

para ele te deixava entrar.


quando puseste a tua mão no meu pescoço

e inclinaste a cabeça para me beijar,

percebi que não tinhas de pedir permissão ao meu coração para entrares.


tu já tinhas entrado e desenhado todo o teu corpo a lápis

na folha branca que é a minha mente.


Editado por Ricardo Cerdeira

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Nosso Último Beijo

Aviso: referência a suicídio e automutilação Nota: ler ao som de Ceilings, de Lizzy McAlpine. Ali, com a Eva, o Chris sentia-se em paz. Já há duas horas que estavam sentados naquele velho banco de mad

Our Last Kiss

TW: self arm, suicide Note: read while listening to “ceilings” by Lizzy McAlpine Chris felt at peace, there with Eva. They had been sitting on that old wooden bench for the past two hours. Eva had jus

ask for permission

I was walking on the street and I felt your perfume. that was when my mind took a dive into the day we were lying on a garden exchanging kisses and funny faces while a sky made of a million colours co

Comments


bottom of page