top of page
  • Foto do escritorCarolina Franco

Pássaro, ele chamou-me

Pássaro, ele chamou-me, então eu voei para os seus braços.

Borboleta, ele chamou-me, então eu colori a sua vida. 

Girassol, ele chamou-me, então eu segui a sua luz.

Tempestade, ele chamou-me, então eu entrei no saco.*

Incêndio, ele chamou-me, então eu aqueci-o.

Mar, ele chamou-me, então eu seduzi os ventos.**


Pássaro, ele chamou-me, e depois prendeu-me numa gaiola.

Borboleta, ele chamou-me, e depois emoldurou-me na sua parede.

Girassol, ele chamou-me, e depois escondeu-se por trás das nuvens.

Tempestade, ele chamou-me, e depois procurou controlá-la. 

Incêndio, ele chamou-me, e depois afogou-me nas minhas chamas.

Mar, ele chamou-me, e depois envenenou as minhas águas. 


Tudo o que ele oferecia, ele tirava, e muito mais.

No entanto, ao cair da noite, olhei-o nos olhos e confessei-lhe o meu amor. 



*Referência à Odisseia de Homero, onde Éolo dá a Odisseu um saco onde os ventos desfavoráveis estão confinados.


**Referência a Os Lusíadas de Luís de Camões, quando as ninfas seduzem os ventos a pedido de Afrodite, numa tentativa de acalmar a tempestade para que os marinheiros lusos possam chegar ao seu destino.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Nosso Último Beijo

Aviso: referência a suicídio e automutilação Nota: ler ao som de Ceilings, de Lizzy McAlpine. Ali, com a Eva, o Chris sentia-se em paz. Já há duas horas que estavam sentados naquele velho banco de mad

Our Last Kiss

TW: self arm, suicide Note: read while listening to “ceilings” by Lizzy McAlpine Chris felt at peace, there with Eva. They had been sitting on that old wooden bench for the past two hours. Eva had jus

pedir permissão

estava a andar na rua e senti o cheiro do teu perfume. e foi aí que a minha mente mergulhou naquele dia em que estávamos deitados num jardim a trocar beijinhos e caretas enquanto um céu de mil cores s

Comments


bottom of page